terça-feira, 15 de março de 2011

Harmonia


É bom encontrar, no amor, uma medida. Encontrar o meio de tudo. Como ter mais tempo, mais alegria e felicidade, como o amor pode nos completar, como ser mais linear, sendo o amor algo alinear. Não se trata de controlar ou jogar o amor, mas de descobrir um ponto onde os dois sejam felizes, onde seja aprazível a ambos.

O amor é desconserto, caos, vibração, porque é sempre novidade, o amor nunca é igual, mesmo que pareça.

Então, queiramos ou não, vivê-lo requer desdobramentos do outro e de mim, vivê-lo requer encontrar o fio que nos liga, e às vezes, trocar de fio.

2 comentários:

  1. O equilíbrio entre o querer e a liberdade.

    ResponderExcluir
  2. a mais bela palavra que serena o coração. Adri

    ResponderExcluir