domingo, 2 de janeiro de 2011

O amor a gente descobre (para ser lido devagar)


O amor a gente descobre no corpo que se abre, no som do sorriso, numa gargalhada, num desejo de beijo que não cessa, no abraço calmo e no abraço frenético que aperta o corpo e quer tomar a alma...
 
O amor... o amor a gente descobre numa surpresa, numa verdade. O amor a gente descobre perdido no corpo do outro, sem intenção, apenas e tão somente perdido em cada célula da pele.

O amor a gente descobre num choro. E descobre quando descobre também que quer parar, que quer ser dois, que quer fazer tudo de novo, não importa o resultado, importa viver, o amor, agora.

O amor a gente descobre, quando vê ali na frente, outro da gente, quando vejo ali na frente, na minha frente, outro... outro... outro...

O amor a gente descobre "quando a vida para".

Um comentário:

  1. A vida pára quando se ama.

    O amor se constrói e o coração se oferece.

    ResponderExcluir